Pessoas, quase lamentei estar em Toronto depois que fiquei sabendo deste evento. Principalmente por causa da presenca do Thomas Lockwood

Thomas Lockwood é presidente e membro da diretoria do DMI (Design Management Institute), organização sem fins lucrativos baseada em Boston, EUA. Antes de atuar nesta instituição foi responsável pela área de design da Sun Microsystems e StorageTek. É uma das poucas pessoas no mundo PhD em gestão de design e atua como grande conselheiro a diversas organizações mundiais.

Mas hoje foi um dia especial para mim. Estive na ultima palestra da Serie Design Thinking, aqui na Rotman. Foi a melhor de todas porque foi o lancamento do livro Artistry, de Hilary Austen. Para terem uma ideia da qualidade do conteudo: prefacio de Roger Martin e recomendacoes de Maeda , Tim Brown e Alan Webber (co-fundador da Fast Company), para citar apenas 3.  A autora compartilha das mesmas ideias de Roger Martin, mas seu foco de analise sao os artistas, nao os designers. Sua explicacao para isso foi bem logica: o livro eh sobre como os artistas lidam com problemas abertos e colocam a busca do melhor resultado como norte de seus trabalhos. Ela procurou entender a logica de pessoas que tem liberdade total para fazer o que bem entenderem, ao contrario dos designers que trabalham com multiplas restricoes. Entao, aparentemente, as licoes do livro sao se aplicariam as empresas, certo? Acontece que a autora aposta que ao mudar a si mesmo, ao ser uma pessoa melhor, cada CEO, cada gestor, cada um que trabalha em uma empresa,  pode torna-se um profissional melhor. Gostei muito da premissa e estou louca para ler o livro.

Hoje tambem conheci Roger Martin pessoalmente. Ele foi muito atencioso e disse que esteve no Brasil “a long time ago…”. Bem, esta na hora de voltar ;) e estou em empenhando para isso. Ele esta terminando seu proximo livro, sobre a falencia do modelo de Capitalismo orientado a maximizar o lucro dos investidores. No inicio do ano, eu li um artigo dele na Harvard. Se vcs tiverem interesse, podem ler online. No final das contas, eh sobre colocar as pessoas no foco de interesse, como norte da estrategia, ou seja, mais argumento a favor do Design Thinking.

PS Adoro quando vcs fazem comentarios. Pelas estatisticas do blog, fico feliz que tantos tenham achado algo de util nos meus posts, mas nada se compara quando alguem se manifesta. Estou impressionada com a quantidade de estudantes de engenharia interessados em DT.  Obrigada pelo apoio.